Carvão: um mineral que fez história em Imbituba – Cerveja Imbé
Notice: Undefined variable: tags_name in /srv/app14.c2c3da20.configr.cloud/www/wp-content/themes/page-builder-framework-child/functions.php on line 64

Blog da Imbé

Carvão: um mineral que fez história em Imbituba

Carvão: um mineral que fez história em Imbituba

Por mais de um século, o Porto de Imbituba foi um dos principais portos do país que importava carvão. A história e o desenvolvimento de Imbituba estão muito atrelados ao Porto e ao carvão, por isso que, hoje, falaremos um pouco desse período.

As jazidas de carvão do Sul de Santa Catarina passaram a ser exploradas em 1870, no entanto, as jazidas foram descobertas em meados de 1830 à beira do Rio de Tubarão. Com a dificuldade para exportar o carvão até o Porto, a Ferrovia Tereza Cristina foi construída e finalizada em 1884. Apesar de tudo, a ferrovia ainda trazia muitos prejuízos, ainda mais depois de uma enchente em Tubarão, responsável pela destruição da maioria da malha da Ferrovia, além de que a enchente arrancou a ponte da Passagem, o que causou a paralisação da Ferrovia, trazendo ainda mais prejuízos.

Fonte: Ferrovia Tereza Cristina

Finalmente, em 1919, houve uma parceria entre o engenheiro Henrique Lage, então responsável pelas reformas e modernização do Porto e o, então, diretor da Ferrovia, também engenheiro, Álvaro Monteiro de Barros Catão. Essa parceria modernizou o Porto de Imbituba e facilitou a importação de carvão, fazendo do Porto, em 1946, o único porto carvoeiro do Brasil. Ante disso, em 1940, Getúlio Vargas criou o parque siderúrgico e o interesse pelo carvão do Sul de Santa Catarina voltou. A Ferrovia Tereza Cristina e o Porto de Imbituba e Laguna foram fundamentais para essa época.

Fonte: Companhia Docas de Imbituba

Depois de 1940, o interesse pelo nosso carvão voltou a aumentar, por conta da Segunda Crise do Petróleo entre os anos de 1983 e 1986. O transporte de carvão, nessa época, chegou a sete milhões de toneladas ao ano. Enfim, pouquíssimos anos depois, em 1993, o transporte de carvão foi oficialmente encerrado.

Dessas idas e vindas do carvão, com toda certeza, muitas histórias ficaram na nossa cidade. Quem não se anima, até hoje, ao ver o trem cruzando Imbituba? Por conta de tudo isso, nosso Porto se modernizou e não fez história só em Imbituba, mas também no Brasil.

Você tem alguma história sobre o transporte de carvão em Imbituba? A gente vai amar ouvir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Assine nossa Newsletter

Novidades, informações e história.